sexta-feira, 6 de março de 2009

tele-novela mexicana

-

Um ótimo título eu diria e sei que alguns bons amigos concordariam no que diz respeito aos meus últimos dias. Pense em um roteiro barato, pouca verba, nenhum financiamento aprovado, pouquíssimos apoiadores e atores mediocres, a começar pela atriz principal, um cenário comum, uma porto nem tão alegre. É de dar pena mesmo, nada original. Pra não variar em nada de fato a moçinha tem ao seu lado um bom partido, mas parece estar envolvida por outra pessoa, um amor impossível, daqueles que dá direito até a nome composto pra apaixonite irritante na moça. Novela mexicana meus amores, vocês não esperavam nada muito diferente disso não é mesmo? Sei que não.

Mas derrepente algo inexplicável acontece!!

Mentira, minha vida não é assim tão absurda. Nada aconteceu, só estou tentando ser envolvente e engraçadinha nesse texto ridiculamente escrito durante uma péssima aula universitária que por sinal está me frustrando horrores nesse momento. Mas não vou bancar a Maria do Bairo, triste e desiludida com a vida. Nem se quer acredito tanto assim em sentimentos como este pra ser sincera. Amor pra mim só ser for próprio e nem esse atualmente, ando me sentindo uma garotinha patética com as minhas últimas cartadas, por sinal aquele apelidinho de 'bonequinha da maritel' tem me caido muito bem na atual conjuntura das coisas.

Alguém aí é parceiro para um café? são quase nove horas e o sinal do intervalo vai soar a qualquer instante e por alguns minutos vou esquecer esse roteiro de novela fálida do SBT, mesmo que dê audiência, a história é sempre a mesma e eu já estou ficando mesmo repetitiva, então tchau, estarei do bar da FAMECOS, caso alguém me procure. Mas já aviso de ante-mão que não estou muito aberta à conversas eta noite. É nem todos os dias são primaveris nesse lugar.

Um comentário:

  1. a tua vida é filme e tu é atriz principal. adoro ver e rever, torço pela mocinha sempre. sem palavras, né? acho que não precisa, conta comigo pro café e pra mais histórias dessa tele novela mexicana pela qual sou viciada.

    ResponderExcluir